Aspectos importantes na extração de Dentes Inclusos





Melhores preços do Magazine Luiza. Clique aqui






Os dentes inclusos são caracterizados por não terem erupcionado, ou seja, ainda estão debaixo da gengiva. Muitas vezes, são intraósseos, ou seja, estão completamente dentro do osso, ou algumas vezes só abaixo da gengiva.

Existem dentes que não conseguem erupcionar da gengiva, podendo ser classificados como inclusos ou semi-inclusos. Esse quadro acontece comumente com os sisos. Em decorrência disto, pode surgir casos de pericoronarite, um tipo de infecção que se dá em volta da coroa do dente

A Extração de Dentes Inclusos é Diferente da Extração de Dentes Que Erupcionaram Normalmente. Algumas Considerações Devem Ser Entendidas:

  • A cicatrização varia de paciente para paciente.
  • Edema (inchaço) é muito comum após a cirurgia.
  • Hematomas podem ocorrer na região operada.
  • Alguma rigidez nos músculos da mastigação é esperada nos primeiros dias.
  • Outros dentes podem ficar temporariamente sensíveis.
  • Pode haver pequena dor de ouvido.
  • Pode haver dor de garganta.
  • Os cantos da boca podem ficar ressecados e feridos.
  • Ficará um espaço de onde o dente foi removido, o qual é progressivamente obliterado.
  • Dormência e formigamento podem ocorrer nos lábios, língua, queixo, bochechas, gengiva, e/ou dentes. Isto pode persistir por dias, semanas, meses, e em raras circunstâncias pode ser permanente.
A cirurgia de dentes inclusos visa a retirada destes, e nas mão de um cirurgião-dentista qualificado, é um processo rápido, simples e indolor. O curso de Cirurgia de Dentes Inclusos trata de diagnóstico,indicações e contraindicações e muito mais.

Para quem é esse curso?

O curso livre de Cirurgia de Dentes Inclusos é indicada para estudantes e profissionais da área de Odontologia que queiram conhecer mais sobre o assunto ou se atualizar para prestar um atendimento mais eficaz a seus pacientes.


Comente:

Nenhum comentário